PDA

Ver Versão Completa : O LP que toca "ao contrário"...



VTR
23-07-13, 21:16
Colegas

Ouvi aqui em formato digital 24_96 24bits o famoso LP da gravadora Tacet e realmente é um áudio de extrema qualidade.

Para quem ainda não entendeu este LP "tocando ao contrário": neste sistema a agulha é colocada perto do rótulo e a gravação alí começa e dps termina na borda do disco.
O braço do TD caminha ao contrário do que acontece normalmente num LP comum; o LP gira no mesmo sentido convencional.
Ao chegar no final do disco (na borda) a agulha encontra um sulco infinito e assim não cai da beirada do LP...

O porque dessa nova técnica: normalmente todas as músicas (e principalmente as clássicas, eruditas) começam com um nível de energia pequeno e costumam terminar em crescendos/transientes muito energéticos.
Tais músicas/programas assim registrados em LPs encontram então situação muito mais favorável a sua reprodução.

Em outras palavras: perto do rótulo do LP convencionalmente gravado o espaço disponível aos picos musicais é bastante restrito e a ocorrencia de distorções é fato comum nos LPs corriqueiros.

Se ao contrário uma peça musical então alí começa a relativa e pouca energia dos sinais iniciais caberá perfeitamente naquela problemática região e os crescendos apimentados vão ser reproduzidos na borda do LP onde a facilidade e espaço disponíveis aos sulcos mais intensamente modulados são generosos e não ocorrerão distorções.

A prensagem dos LPs (qq um e em qq método) é crucial ao sucesso das gravações e neste aspecto este disco da Tacet é soberbo: completamente nítido, limpo, arejado, um silencio de trilhagem impressionante.

Para quem quiser conhecer o som deste LP aqui vai um link:
http://fp.io/563de2b8/

Depois desta audição pensei: quem dera TODOS os LPs fossem assim concebidos e fabricados, desde que inventaram o formato...
É uma pena que não.

[ ]
R.

Pablo
24-07-13, 09:52
Interessante. Obrigado pela explicação. No início achei que fosse algo satânico como os tais LPs da Xuxa que em rotação invertida revelaria a voz do coisa ruim. Se bem que eu acho que nesse caso ela se revela no sentido da rotação normal mesmo....saltit&:laughing6: Valeu Mestre Ricardo!

Fabio
14-10-13, 23:29
Encomendei esse disco! Estou curioso para ouvir! Deve chegar logo!!!

Fabio
03-12-13, 21:25
Como o Ricardo descreveu no início do tópico (com muito mais conhecimento e experiencia que eu) a prensagem desse vinil é impressionante, tenho vários vinis com qualidade acima da média mas esse é ainda mais surpreendente! A música assim fica ainda mais impactante! Tbém me pergunto Ricardo porque outros fabricantes não usam essa técnica de produção!

VTR
03-12-13, 21:52
Uma ótima pergunta, sem dúvida.

Mas dedicada a música do Ravel em questão: a(s) peça(s) começam bem mansas e só no final a orquestra cai matando...

Ou seja: onde não há grandes excursionamentos dos sulcos a música neste LP, perto do selo, consegue ser registrada sem problemas MAS no final da peça (que se estivesse perto do selo, num LP convencional, fatalmente iria detonar a matriz pela sua energia tremenda) nesta gravação encontra uma região (borda do disco) que pode conter sem maiores problemas os crescendos e transientes desta obra/musica soberba.

E não se iluda: uma musica mais quente gravada perto do selo iria ser ruim em qq hipótese, num LP convencional ou especial como este.

Como descrito no marketing deste disco e eu concordo: é um método bem apropriado para as musicas ditas clássicas pois a maioria começa algo mansa e só nos finais é que a coisa pega prá valer.
Minha opinião?
Todo LP clássico deveria ser gravado deste jeito...
Ou pelo menos muitas peças musicais seriam bem melhores de serem reproduzidas/ouvidas num LP deste processo.

De vez em quando ouço o arquivo digital deste LP: depois de ouvi-lo invariavelmente desligo o equipamento e vou fazer outra coisa qq...
NADA se compara a este LP (tecnicamente falando) mas a execução/regencia das peças deixa algo a desejar, existem versões com outros artistas/gravadoras bem mais interessantes.

É um maravilhoso LP audiófilo: bota impacto nisso!

[ ]
R.