Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 11

Tópico: Momento de Reflexão

  1. #1

    Momento de Reflexão

    Membros deste seleto Clube , peço a atenção e a participação de todos em relação a esta abordagem que faço aqui.

    O Clube Hi-End nasceu com uma proposta, e dentre as diretrizes para que esta proposta tivesse sucesso, a transparência, a liberdade e a participação de todos nas decisões sempre foram priorizadas aqui.
    É um Clube democrático, que não tem rabo preso com ninguém, e não precisa ficar manipulando ou banindo membros que incomodam interesses pessoais ou comerciais.
    Por isso torno essa discussão pública, mesmo sabendo que alguns vão entender isso como uma fraqueza ou uma demonstração de falta de sucesso em nossa proposta, mas é justamente para evitar isso que abro aqui um tema importante para a participação de todos, desde os que frequentam o Clube, aqueles que deixaram de frequentar e aqueles que não participam ainda por não se sentirem à vontade neste espaço.

    A criação do Clube Hi-End teve a intenção de reunir amigos tendo como motivo a discussão descontraída e saudável de temas que envolvam a reprodução de áudio de qualidade, seja hi-end, hi-fi ou como quiserem chamar. Esse era para ser um espaço alternativo para os verdadeiros amantes da audiofilia, e por isso a desvinculação total de qualquer interesse que pudesse desvirtuar o espaço.

    Mas, depois de 3 dias afastado por conta de muito trabalho (sequer consegui acessar meus e-mails), ao entrar ontem pela manhã aqui no Clube, fiquei muito desanimado e decepcionado com o que aqui aconteceu nesse período.
    Refleti muito sobre ontem sobre a continuidade ou não do Clube, mas, ontem à noite, depois de muito pensar sobre o assunto e até ouvir o "conselho" (nossa equipe de moderação), entendi que abrir esta discussão poderia ser mais produtivo para todos que ainda acreditam que podemos realizar o objetivo inicialmente proposto.

    Peço que participem, sem ofensas pessoais, desarmados, com críticas produtivas (e possíveis soluções) e, além da sinceridade, com muito equilíbrio para que essa discussão também não acabe sem um final feliz.

    Vou destacar alguns pontos que acredito estarem causando o mal-estar que estou certo de que muitos vem percebendo.

    Agressividade nas Discussões

    Isto é muito comum em todos os fóruns que conheço.
    Discussões calorosas acontecem sempre, e a empolgação pode provocar alguma agressividade na mensagem. Já tratamos disso antes, e existe um tópico específico sobre isso Aqui.
    A discussão calorosa é algo bastante normal, e algum teor de agressividade pode acontecer.
    Mas, isso não pode se tornar pessoal ou ampliar a agressividade gerando um mal-estar.
    Sobre este ponto, trago para vocês (para quem não conhece) como agem os advogados nos fóruns da Justiça. Os debates são calorosos, com discussões às vezes duras, mas nunca com ataques pessoais, e depois da audiência os advogados se encontram nas salas para eles reservadas para tomar um café e para animadas conversas. Não há um envolvimento pessoal negativo e nem se prolonga a discussão para ataques contínuos.
    Tenho notado aqui até perseguições pessoais. Algumas vezes estas interferências são repetitivas e com claro objetivo de provocar uma briga.
    Isso é cansativo, pois se a equipe de moderação não está presente num destes momentos a briga toma proporções muito grandes, o que leva a ofensas pessoais, cria um mal-estar a todos, provoca a saída de alguns amigos e até, de nossa parte, edição de mensagens, alertas e punições. Seria este o caminho? Trocar a liberdade que já foi amplamente defendida aqui e que é um dos grandes diferenciais deste Clube por uma atuação mais rígida da moderação?
    O que vocês acham melhor? Qual dos dois lados deve intensificar a moderação?
    Acho que não é tão difícil evitar este tipo de comportamento, até porque eles são sempre bastante evidentes.

    Hi-End x Preço

    Outro ponto que tenho a certeza que todos já identificaram aqui é esta divisão que vem se formando, sobre a defesa do Hi-End como uma farsa generalizada para que alguns poucos faturem muito.
    Isso existe, e sempre fui um defensor da idéia de que muitas coisas caras, elogiadas por outros veículos de "informação" (por razões já bem conhecidas) se mostram claramente inferiores a tantas opções econômicas que todos nós já conhecemos. Tivemos até a criação de tópicos mostrando que a diferença entre um produto barato e outro caríssimo era o gabinete e a marca "de luxo". Cansamos de ver isso diariamente, e acho que é muito saudável mostrarmos claramente onde está a pilantragem.
    Mas, não podemos generalizar.
    Eu mesmo cansei de testar alguns cabos de caixa de marcas "famosas" e caríssimas que eram uma enganação, chegando mesmo a acreditar que a diferença era sutil e manipulada. Mas, recentemente testei um cabo, que por sorte não é tão caro, e que proporcionou uma clara e positiva diferença em meu sistema. Recomendei este cabo para alguns amigos, e posso até transcrever em outra oportunidade o espanto positivo que eles relataram.

    É preciso muito cuidado ao afirmar que todo o Hi-End é enganação. Eu até mantenho a minha opinião que muita coisa é, e afirmo que passa da metade, mas temos que respeitar quando alguém aparece com uma opinião que foge da curva média, pois exceções existem
    É preciso muito cuidado quando fazemos uma comparação, por exemplo, de dois arquivos musicais com construções diferentes e afirmamos que não apresentam diferenças. Sabemos que muitas vezes estas diferenças somente aparecem em alguns sistemas, que eu nem diria serem estes melhores ou mais caros, mas com características que evidenciam algumas particularidades que não aparecem em outros equipamentos.

    Alguns dizem que há um conflito entre o nome do Clube e seu objetivo na prática. Não existe qualquer conflito.
    Na minha opinião, a velha sigla "Hi-Fi" (a mesma que adoto em meu blog) seria suficiente para o entendimento de que todos aqui buscam a alta fidelidade da reprodução em seus sistemas de som. Mas, o termo "Hi-End" (ou High End em outros territórios) se popularizou com a idéia de representar o topo das melhores opções do mercado.
    Mas, devemos entender o "Hi-End" como sendo ainda o resultado da mais alta fidelidade na reprodução eletrônica da música, e isto pode ser conseguido com preços variados, ao gosto de cada um.
    E todos devem ser respeitados, tanto aquele que busca atingir seus objetivos de forma econômica, como aquele que também quer ter um excelente sistema e pode pagar mais caro pelo luxo ou pelo prazer de possuir algo exclusivo ou com diferenciais estéticos. Não deve haver qualquer discriminação quanto à isso.
    Sabemos que é possível chegar a um destino com um carro popular ou um luxuoso importado. Com qualquer um dos dois conseguimos atingir nosso objetivo, mas cada um tem o direito de priorizar detalhes que lhe proporcionam maior satisfação na viagem e podem pagar por isso. Claro que vamos tentar identificar aqui o veículo que custa o preço de um modelo luxuoso, mas que oferece o mesmo que qualquer popular. Isso é saudável. Mas, é muito perigoso estabelecermos isso sem algum critério como no caso da diferença dos arquivos digitais que mencionei antes.

    Vamos ser mais cuidadosos neste ponto?

    Defesa de gostos pessoais

    Outra coisa que já se tornou bastante cansativa e que tem gerado alguma animosidade entre alguns participantes é a defesa exagerada, e porque não dizer "fanática", por esta ou aquela tecnologia ou marca.
    Não existe vitória nestas discussões, mas tão somente opiniões, e cada um tem a sua baseada nos seus ouvidos, na sua sala, no seu gosto e até no tipo de música que ouve.
    Não é natural a cada nova discussão aparecer os defensores incondicionais desta ou daquela opção, dando um "jeitinho" de levar o tema para o seu "campo de convicções pessoais", até mesmo afastando completamente o objetivo do tópico.
    Se houvesse realmente um vencedor, não teríamos todas estas opções sobrevivendo e dividindo o mercado. E será que quem opta por uma está errado? Jamais ! Como eu citei antes, inúmeros fatores interferem nas escolhas.
    Vinil ou CD? SACD ou Blu-Ray Audio? Valvulado ou SS? Cabo de prata ou de cobre? KEF ou JBL? Percebam que jamais existirá um vencedor, pois as variáveis são... "variáveis", e cada caso é um caso.
    É preciso acabar com esta insistência de tentar convencer os demais de que a sua escolha é a única acertada. Pois, se assim o fosse realmente, o mundo todo estaria oferecendo uma única opção, e todos os consumidores das demais opções estariam insatisfeitos e buscando mudar para a opção vencedora, e não é isso que observamos na prática, o que mais uma vez prova que todo fanatismo é algo bastante pessoal, e por isso temos que respeitar as opções dos demais jamais afirmando que a sua escolha é a que oferece a verdadeira experiência musical. A tecnologia evolui a cada dia, e mudanças ocorrem a todo tempo, até mesmo nas tecnologias mais antigas.

    Precisamos respeitar cada lado desta "torcida", e não insistir no convencimento de que um está certo e todos os demais estão errados, numa acirrada disputa de números, características ou outros argumentos que no final das contas acabam não provando nada, até porque a satisfação de ouvir música é algo muito pessoal e complexo, e muitas vezes depende de outros fatores que estão até acima desta ou daquela tecnologia.
    Eu mesmo descobri um mundo incrível quando passei a focar menos nos equipamentos e enxergar a percepção auditiva (ou musical para alguns) como algo muito mais amplo. E o mais engraçado nesta descoberta é que isso me levou de volta á eletrônica, porém a um equipamento pouco tradicional, mas que realmente proporciona todas as mudanças que quero sem a necessidade de contínuas trocas de equipamentos e acessórios. Tenho hoje o total controle do meu sistema. Trato deste assunto em meu blog, até para não parecer que estou tentando impor qualquer opção.

    Será que conseguimos acabar com as "torcidas organizadas"? Podemos ter mais equilíbrio e imparcialidade nas discussões pelo menos de uma forma mais saudável?

    Quem é o melhor?

    Nunca vi tanta "carteirada" aqui como recentemente.
    Parece que alguns têm a necessidade de autoafirmação.
    Bem, vamos entender qual a definição de autoafirmação: "Ação ou resultado de autoafirmar-se, de impor a própria vontade, opinião, identidade etc., ou de procurar demonstrar o próprio valor e competência às pessoas com quem se convive"
    Já não vimos isso antes algumas vezes aqui?
    E quando essa afirmação vem ainda de uma "convicção subjetiva"?
    Aqui ninguém precisa provar nada. Quem está certo ou errado não importa, até porque, como já comentei acima, as opções são variadas, e é como construir uma casa grande e confortável. Você pode construí-la quadrada, redonda, retangular, com piso frio ou carpete, com parede azul ou verde, não importa. Porque ficar insistindo que a única opção válida é aquela em que acreditamos?
    Novamente, a percepção sonora é algo muito mais amplo do que o estreito caminho que insistimos algumas vezes em defender.
    Será que podemos respeitar um pouco mais a diversidade de opiniões sem achar que isso vai nos tornar melhores ou piores como humanos que somos?

    Para não tonar este post (ainda mais) longo, vou terminá-lo sem finalizá-lo (confuso isso, hein?).
    Não gostaria de deixar nada disso como conclusões finais, nem de forma restrita à isso somente. Ou seja, gostaria que vocês acrescentassem novos pontos, suas opiniões pessoais, sugestões, críticas e soluções, e se sentissem à vontade aqui para colocar seus sentimentos e pensamentos de forma respeitosa, cordial e construtiva.
    E, mais uma vez, convido para participar aqueles que também já saíram ou que nunca entraram no Clube, pois a idéia aqui é termos um espaço democrático e onde todos se sintam bem, e acreditem, nos da administração, o que inclui toda a equipe de moderação, faremos tudo o que for possível para atingir esse objetivo, se assim todos decidirem que vale a pena. Ou, se acharem que não somos capazes disso e que tudo isso não passa de uma utopia, e que definitivamente não podemos preservar o Clube na direção que gostaríamos, então que também manifestem este fracasso, para que possamos definitivamente enxergar com mais clareza qual será o nosso futuro.
    Mas, façam isso sem agressões pessoais (diretas ou indiretas), sem buscar culpados, sem ofensas ou sem usar de qualquer forma que prejudique a intenção de estabelecermos aqui um debate maduro, sério e construtivo.

    Um abração a todos.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  2. #2
    Neste post eu disse o que penso das discussões (acaloradas ou não).

    Mesmo que todos os dogmas e mitos sejam quebrados, todos aqui continuarão a ter sistemas com qualidade e continuarão a escutar música e não aparelhos. Ou seja, o hobby da audiofilia continuará a existir, portanto não há necessidade de provar-se estar correto o argumento com tanta intensidade. Cada um descobrirá a melhor forma de se dedicar e o quanto de dinheiro destinar a isso.

    Eu gosto muito desde Clube, Fórum, Espaço. De início me senti amedrontado pelo nome, mas hoje me identifico com a forma como as coisas são tratadas aqui. Estou habituado a ler, assistir e participar de debates muito mais intensos diariamente. Não vejo muito que se tenha que mudar aqui. Um pouco mais de delicadeza e prudência nos textos, talvez.

    Com (mais) esse aviso do Eduardo acredito que os bons amigos que aqui estão se acalmem um pouco. Desejo sorte e prudência ao Eduardo e aos moderadores, para que este espaço continue maravilhoso como vem sendo.
    Um Abraço,
    Marcello.


    - Ainda acho a qualidade da música mais importante que a qualidade do audio. Espero evoluir nisso um dia! -

  3. #3
    Bom Amigos, acho que as discussões chegaram a um patamar quase que inaceitável, com ofensas, desrespeito e ironia, sou cristão e para mim é difícil não intervir em certas situações, abaixo dois posts meus no tópico Amplificadores Classe A que precisei intervir e pedir a um Amigo pessoal (Felipe) que não revidasse, espero que todos tenham compreendido o que postei e que tenham em mente que discussão só é boa quando existe respeito.



    Impressionante as atitudes de todos aqui, será que este espaço aqui irá se tornar como outros que conheço, prefiro não comentar as atitudes individualmente, só deixo aqui uma mensagem de quem tem 54 anos e já "apanhou" muito da vida, muito meeeesssssmoooo ......."Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você"

    Aqui abaixo o remédio que eu uso sempre e sem moderação, e tomo junto com uma oração.




    Pensem ........


    ABS e fiquem com DEUS

    Cláudio




    Meu amigo Cláudio, nunca me dispus a falar as palavras que falei, mas o limite já passou.

    Grande abraço






    Falei para todos, você é uma pessoa que respeita a todos, mas não dê o troco na mesma moeda, faça exatamente o contrário. Lembre-se que um grande cara sofreu e morreu por você e por todos nós, tente seguir o que ele nos ensinou, não é difícil, é só fazer duas coisas muito simples ...... Amar a DEUS acima de tudo e ao próximo como a si mesmo...... fazendo isso nunca teremos indisposições com nossos irmãos e nos tornaremos pessoas melhores.


    ABS e fiquem com DEUS

    Cláudio



    Fiquem todos com DEUS

    Cláudio

  4. #4
    Errar é humano.
    O importante é tentarmos mudar o que vem pela frente, pois aprendemos com o passado, e nada justifica errarmos novamente.

    Acho que todos nós podemos melhorar um pouco mais.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  5. #5
    Eduardo,

    acredito que um grande passo para essa melhora seja que todos levem em consideração que a escuta musical doméstica continuará a ser prazerosa mesmo que alguns dogmas sejam quebrados.

    Mas mesmo que os dogmas sejam comprovados como necessários e úteis, todos continuaremos com o mesmo hobby.

    O que tenho observado é que toda vez que se tenta desmistificar algo nesse ramo audiófilo os egos se exaltam. É assim com valvulados, cabos, players, amplificadores, computadores. Talvez falte aos amigos a certeza de que eles podem debater sem considerar essencial que seu ponto de vista seja adotado pela maioria, e que mesmo que tal não se dê, cada um pode seguir sua vida de forma inalterada.

    A defesa arraigada de um ponto de vista quando nada vai se ganhar a partir disso é até certo ponto incompreensível. Estamos aqui para descobrir, estudar, informar e aprender. Juntos.

    Canso de repetir: aqui não tem ninguém burro.

    Mas se alguém não concorda com um ponto de vista, que exponha o seu e seus fundamentos. E que tenha em mente que a sua opinião sobre aquele assunto já está formada e que os demais que o leem vão formar sua próprias. A opinião sobre o outro membro cada um que a tenha e a guarde para si. Nela não estaremos interessados enquanto o assunto estiver em nossos interesses.

    Sugiro apenas uma forma de advertência e punição para os renitentes, egocêntricos, exibicionistas ou outro qualquer membro que não se contenha e ofenda um outro:

    Tenha seu acesso restrito ao tópico "o que você está escutando..." por uma semana e, depois de comprovado que leu todas as páginas daquele tópico, poderá voltar a postar.

    (As duas últimas linhas são brincadeira).
    Um Abraço,
    Marcello.


    - Ainda acho a qualidade da música mais importante que a qualidade do audio. Espero evoluir nisso um dia! -

  6. #6
    Eduardo,

    My 2 cents....

    Uma amiga sempre dizia: O Erro das pessoas está em achar que todos poderiam fazer parte de um mundo perfeito... de achar, que os outros não fariam o que você mesmo acha que também não faria.

    Ou seja, o grande detalhe para não se decepcionar com o próximo, é justamente em esperar muito quando na verdade, todos temos falhas e problemas de fabricação! :)

    O fórum está crescendo e quanto maior for, maiores serão as diferenças e problemas entre usuários...

    Como administrador, desencane desse tom "amigo" e "apaziguador", bote ordem e defina claramente o papel de cada um nessa incrível engrenagem de conhecimento que pode ser um fórum!!!!

    Como usuário, seja sempre você mesmo,, :)


    Sucesso na jornada, que não deve ser nada fácil!!!

    Abração,

    Renato

  7. #7
    Citação Enviado originalmente por Renato Ver Mensagem
    Eduardo,

    My 2 cents....

    Uma amiga sempre dizia: O Erro das pessoas está em achar que todos poderiam fazer parte de um mundo perfeito... de achar, que os outros não fariam o que você mesmo acha que também não faria.

    Ou seja, o grande detalhe para não se decepcionar com o próximo, é justamente em esperar muito quando na verdade, todos temos falhas e problemas de fabricação! :)

    O fórum está crescendo e quanto maior for, maiores serão as diferenças e problemas entre usuários...

    Como administrador, desencane desse tom "amigo" e "apaziguador", bote ordem e defina claramente o papel de cada um nessa incrível engrenagem de conhecimento que pode ser um fórum!!!!

    Como usuário, seja sempre você mesmo,, :)


    Sucesso na jornada, que não deve ser nada fácil!!!

    Abração,

    Renato

    Concordo TOTALMENTE, com o Renato .........


    ABS e fiquem com DEUS

    Cláudio

  8. #8
    Membro
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Localização
    vinhedo/sp/brasil
    Mensagens
    78
    Citação Enviado originalmente por Renato Ver Mensagem
    Como administrador, desencane desse tom "amigo" e "apaziguador", bote ordem e defina claramente o papel de cada um nessa incrível engrenagem de conhecimento que pode ser um fórum!!!!

    Simples, claro e direto ao ponto.

    Assino embaixo.


    Grande abraço
    Lucaz

  9. #9
    Citação Enviado originalmente por Renato Ver Mensagem
    Eduardo,

    My 2 cents....

    Uma amiga sempre dizia: O Erro das pessoas está em achar que todos poderiam fazer parte de um mundo perfeito... de achar, que os outros não fariam o que você mesmo acha que também não faria.

    Ou seja, o grande detalhe para não se decepcionar com o próximo, é justamente em esperar muito quando na verdade, todos temos falhas e problemas de fabricação! :)

    O fórum está crescendo e quanto maior for, maiores serão as diferenças e problemas entre usuários...

    Como administrador, desencane desse tom "amigo" e "apaziguador", bote ordem e defina claramente o papel de cada um nessa incrível engrenagem de conhecimento que pode ser um fórum!!!!

    Como usuário, seja sempre você mesmo,, :)


    Sucesso na jornada, que não deve ser nada fácil!!!

    Abração,

    Renato
    É isso ai Renato!!!

  10. #10
    Membro Avatar de Marcelo Flat
    Data de Ingresso
    Sep 2012
    Localização
    Belo Horizonte - MG
    Mensagens
    159
    Que bom voltar aqui e ler este texto do Eduardo, chamando à reflexão.

    Particularmente eu, já estava afastado há muito tempo e com uma enorme "preguiça" de participar das discussões. Isso, por conta da gratuita agressividade (e até violência) de uns poucos, esta em boa parte das vezes travestida em ironias e piadas, excessivamente toleradas, penso eu, pela moderação.

    Considero absoluto desrespeito o escárnio com que esses tratam os demais, em sua busca por aprimorar seu hobby, seja buscando alternativas mais baratas, dentro de suas possibilidades e tentando compará-las ao "High End", ou gastando suas dezenas de milhares de reais (que lhes pertencem e não têm que dar nenhuma satisfação aqui) perseguindo o supra-sumo do resultado.

    A meu ver, naquelas discussões acaloradas em que os foristas defendem com unhas e dentes suas posições, mas mantém a seriedade e o respeito mútuo, cabem apenas pequenas intervenções da moderação, a fim de manter o clima produtivo do debate e o benefício de todos.

    Mas, o que se porta desrespeitosamente, ironicamente e escarnece, este deveria ser sumariamente banido deste fórum, para o benefício da coletividade.
    Fórum este que, penso eu, é lugar para gente séria, inteligente, e que busca aqui aumentar sua qualidade de vida, por meio do desenvolvimento de seu hobby e do convívio pacífico com outros de interesses afins.
    Infelizmente, em muitas vezes, não é este o resultado que se produz.



    Abraços.
    Última edição por Marcelo Flat; 17-12-13 às 04:19.
    "O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é um oceano."
    Isaac Newton

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •