Página 2 de 13 PrimeiroPrimeiro 123412 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 125

Tópico: Tomadas "audio grade"

  1. #11
    Cesar, quase comprei a Hubbell. Minha intenção era comprar umas 3, montar algo como um tomadeiro, mas aí coincidiu com o momento em que eu consegui vender um item do meu set, e com o momento em que um amigo estava nos EUA, e comprei umas tomadas por lá.

    Melhor do que ouvir sátiras, vou ouvir meu set com as tomadas e testar. O cabo de energia Furutech fez diferença. Com plugs de cobre, mantive a mesma assinatura e elevei o detalhamento, o controle principalmente. Vou testar a tomada de cobre também, ver se o resultado se assemelha.

    Dois colegas me disseram que o revestimento de ouro deixa o sistema mais musical, mas será mais difícil ouvir, rsrs, falta grana para a GTX-D. Nesses dois eu confio.

    Agora, estamos de acordo que é um investimento com pouco custo-benefício a curto prazo. Não é como trocar de caixas. Isso é praticamente unânime. Ninguém altera fortemente um sistema com um simples cabo ou tomada, mas altera sensivelmente.

    Os materiais de revestimento possuem características elétricas diversas, e isso pode alterar SIM a assinatura do som. A prata soa de um jeito, o ouro de outro, o cobre de outro, assim como o ródio, a platina. Vi um estudo uma vez que avaliou a velocidade de transmissão. Alguns materiais chegaram a 96% da velocidade da luz, outros a 92%, sem contar que esta é apenas uma variável. Pelo que me lembro, o ouro, embora seja o material que transmite mais lentamente a energia, se comparado aos outros, é o que aguenta maior surtos de carga, como é comum acontecer nas cenas mais dinâmicas de músicas e filmes, com elevação repentina de consumo.

    Talvez seja muito para os ouvidos de alguns. Tem gente que não ouviu diferença entre 16 e 24bits, o meu teste está lá. Sistema revelou todos os detalhes claramente. É comum ter gente que se contenta com pouco, casa com mulher feia, acha que tem um set refinado com HKzinho, não faz questão de ter amigos, é assim mesmo...

    Eu, até ouvir, não nego a possibilidade.

    Abraço!

  2. #12
    Citação Enviado originalmente por Pablo Albino Ver Mensagem
    Tem umas bem bonitinhas, com espelho metálico. Se encontrar uma destas dupla com este espelho creio que compraria. Existe no mercado nacional algo com esta estética?
    Pablo, tem a Leviton (acho que é isso, salvo engano), que é mais barata que a Hubbell e dizem que igualmente boa.

    Vou ver se acho o link e edito para postar.

    Edit:

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...assseymour-_JM

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...eo-leviton-_JM

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ital-grade-_JM

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...-importado-_JM

    Andei lendo por aí que essa Pass&Seymour é muito boa no começo, mas os contatos afrouxam com o tempo, além de oxidarem muito. Parece que a Leviton é uma concorrente mais direta da Hubbell e da PS Audio Power Port Classic, mas nunca conheci alguém que a tenha.
    Última edição por FelipeRolim; 19-12-13 às 00:04.

  3. #13
    Membro Avatar de csan
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Rio de Janeiro - Santa Catarina
    Mensagens
    705
    Eu tenho uma Leviton. Muito boa mesmo.

  4. #14
    Conhece outro eu tb tenho ...o contato é impecável ...

  5. #15
    Putz, é mesmo Maurício, esqueci de você, hahahaha. Desculpe. Conversamos sobre ela esses dias.

    Abraço!

  6. #16
    * Membro VIP * Avatar de fibra
    Data de Ingresso
    Apr 2011
    Localização
    Campinas - SP
    Mensagens
    4,813
    Eu também gosto da Hubbell IG 8300, pois ela tem uma pegada/contato bem forte. Isso influi muito. Tomadas que não fixam bem tendem a não serem boas.
    O Andrezão usa a Hubbell IG 8300 no sistema dele, o qual está tocando muito bem.
    Sou da opinião que as tomadas podem sim alterar levente o resultado sonoro, a prática me comprovou isso. Porém, já acho o suficiente uma tomada com uma liga neutra e com boa pegada. As vezes fica até difícil de tirar o cabo da parede com esta Hubbell IG 8300. O bom e forte contato entre a tomada da parede e o plug macho do cabo é muito relevante.

    Abraço.
    █ AMD FX-8350 @ 4.7GHz █ Thermaltake Water 3.0 Performer █ Gigabyte 990FXA-UD3 Rev. 4.0 █ Corsair AX860 Full Modular 80 Plus Platinum █ Kingston HyperX Fury Blue 1866MHz HX318C10F/8 (1 x 8GB) @ 2099MHz [CL9,11,10,30,42] █ 3 x Samsung 840 EVO 120GB SSD em RAID0 █ AMD Radeon HD3870 core@900MHz mem@1250MHz █ Corsair Carbide Air Series 540 █ NZTX's Sentry Mesh Fan Controller

  7. #17
    Citação Enviado originalmente por FelipeRolim Ver Mensagem
    Cesar, quase comprei a Hubbell. Minha intenção era comprar umas 3, montar algo como um tomadeiro, mas aí coincidiu com o momento em que eu consegui vender um item do meu set, e com o momento em que um amigo estava nos EUA, e comprei umas tomadas por lá.

    Melhor do que ouvir sátiras, vou ouvir meu set com as tomadas e testar. O cabo de energia Furutech fez diferença. Com plugs de cobre, mantive a mesma assinatura e elevei o detalhamento, o controle principalmente. Vou testar a tomada de cobre também, ver se o resultado se assemelha.

    Dois colegas me disseram que o revestimento de ouro deixa o sistema mais musical, mas será mais difícil ouvir, rsrs, falta grana para a GTX-D. Nesses dois eu confio.

    Agora, estamos de acordo que é um investimento com pouco custo-benefício a curto prazo. Não é como trocar de caixas. Isso é praticamente unânime. Ninguém altera fortemente um sistema com um simples cabo ou tomada, mas altera sensivelmente.

    Os materiais de revestimento possuem características elétricas diversas, e isso pode alterar SIM a assinatura do som. A prata soa de um jeito, o ouro de outro, o cobre de outro, assim como o ródio, a platina. Vi um estudo uma vez que avaliou a velocidade de transmissão. Alguns materiais chegaram a 96% da velocidade da luz, outros a 92%, sem contar que esta é apenas uma variável. Pelo que me lembro, o ouro, embora seja o material que transmite mais lentamente a energia, se comparado aos outros, é o que aguenta maior surtos de carga, como é comum acontecer nas cenas mais dinâmicas de músicas e filmes, com elevação repentina de consumo.

    Talvez seja muito para os ouvidos de alguns. Tem gente que não ouviu diferença entre 16 e 24bits, o meu teste está lá. Sistema revelou todos os detalhes claramente. É comum ter gente que se contenta com pouco, casa com mulher feia, acha que tem um set refinado com HKzinho, não faz questão de ter amigos, é assim mesmo...

    Eu, até ouvir, não nego a possibilidade.

    Abraço!
    É isso ai Felipe,teste tudo o que puder sem preconceito,acredite em seus ouvidos e gosto pessoal. Nao deixe ser influenciado por brincadeiras e gozacoes porque isso tem em todos os espacos que tenho frequentado,e geralmente o final é sempre o mesmo

    Abraço Cesar

  8. #18
    Citação Enviado originalmente por HelioM Ver Mensagem
    Caro Cesar Miranda,

    É claro que eu sei que existem vários aparatos "hi-end", que são verdadeiros fetiches audiófilos. A questão relevante é como uma simples tomada pode trazer ganhos inimagináveis na desempenho de um sistema?

    Amigo... Aquilo é só uma tomada... O relato do outro colega que diz que uma determinada marca "abre mais o som" ou "detalha mais os graves" é duro de engolir (aliás, de ler...).

    Mas voltando a sua citação: O que tem a ver o nível do seu sistema com a tomada onde o mesmo está ligado? E onde você gostaria de ter chegado utilizando este tipo de tomada?

    É muito mito para o meu entendimento....
    Ola Helio.

    O que eu quis dizer é que ha diferenças sutis em diferentes tomadas e que o material utilizados altera o som mesmo que ligeiramente,isso é mais evidente quando se tem um setup de alta resolução
    Assim devido aos últimos acontecimentos aqui no Clube eu prefiro nao me aprofundar mais neste assunto,simplesmente porque é tao polemico quanto cabos!

    Abs Cesar

  9. #19
    Membro
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Blumenau/Joinville, SC
    Mensagens
    488
    Eu uso uma hospital grade, mais pela razão de ter um bom contato, o que acho primordial, Agora acreditar que entre uma boa Hubbel de entrada e uma Audiophileoutletgold exista um rio de performance é forçar a barra.

    Gostaria de saber como uma Tomada mudaria o som, se ela não está levando o sinal, para mim, uma tomada ou fornece boa eletricidade, ou não.

  10. #20
    Para o meu primeiro sistema, comecei com tomadas comuns. O problema principal que percebia àquela altura era a folga dos contatos. A todo momento era necessário empurrar o conector de volta na tomada, cuja marca nem me lembro. Pouco tempo depois passei para Hubbell, que prendem os conectores extremamente bem. Percebia, contudo, um som evidentemente magro, um pouco opaco e de baixa velocidade. Adicionei em seguida um filtro de energia cujas tomadas eram Hubbell, assim como o conector do cabo de força que com ele veio. Os aparelhos eram ligados no filtro, o qual era ligado na Hubbell da parede. Tive os efeitos positivos do filtro, mas as acima descritas características do som permaneceram.

    Algum tempo depois, a Hubbell da parede foi substituída por uma Oyaide SWO-XXX. O "grip" dessa unidade que tive não era bom como o da Hubbell, mas o som melhorou, parece-me. Soltou-se, ficou um pouco mais cheio, mais detalhado nas médias e mais claro nas altas frequências. Realmente um up grade, segundo me pareceu na época.

    Surgiu, então, a oportunidade e eu comprei um "super-espelho" usado Oyaide de alumínio fundido e fibra de carbono. Confesso que não acreditava que pudesse fazer diferença alguma, mas fez e faz muita diferença. Isto é, pelo menos, o que EU ouvi. Foi como a diferença entre a imagem de tv com e, depois, sem chuvisco. Valeu muito a pena.

    Hoje tenho na parede Furutech GTX-D R, da qual não tenho qualquer queixa. Mas, como mudei de endereço e o sistema mudou um tanto, não pude comparar com a Oyaide SWO-XXX. O "grip" da GTX-D R é tão bom quanto o de qualquer Hubbell. Ligo a essa tomada o filtro que tenho atualmente, que tem tomadas Oyaide SWO-GX. Essas unidades Oyaide têm excelente "grip", diferentemente da SWO-XXX que tive antes.

    Os cabos de força que tenho agora não têm conectores Hubbell, assim como os aparelhos, os quais têm conectores IEC Furutech, versão mais simples. Prendem os cabos de força incomparavelmente melhor que os IEC comuns originários.

    Assim, então, no meu caso, somando tudo, tenho preferido evitar totalmente produtos Hubbell.

    Saudações,

    João

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •