Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
Resultados 21 a 30 de 37

Tópico: Acústica nas conversas em salas e quartos

  1. #21
    Ivan,

    Certamente no caso que você citou teremos uma reprodução aceitável de vozes, mas numa condição de sala de audição para música a coisa muda bastante.
    O que você usa como exemplo não está errado, concordo com você, mas para música ele não é adequado.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  2. #22
    Eu falei em quarto e sala de casa. Não falei em restaurante, escritório, teatro cinema.
    É claro que se esses grandes espaços necessitam de tratamento acústico para vozes (se bem que cinema para vozes não é o caso), necessitaram muito mais para reprodução de música.
    Agora na sua sala de estar independente de ser tratada ou não, num teste cego, colocando atrás de uma cortina caixas e pessoas, para verificar qual tem a melhor reprodução de vozes (ser humano ou equipamento hiend de som), é claro que todos irão concordar que a reprodução de vozes pelo ser humano é mais agradável que a reprodução de vozes por sistemas de som de altíssimo nível.
    E neste teste cego, você também saberá claramente, sem nenhum esforço, quando as vozes estão sendo faladas pelo ser humano ou reproduzidas eletronicamente, mesmo que a acustica da sala esteja perfeita.

  3. #23
    Citação Enviado originalmente por KANAHA Ver Mensagem
    Ivan, sua visão sobre acústica não está bem formada, em projetos arquitetônicos de restaurante e bares, onde existem muitas pessoas falando ao mesmo tempo, com timbres e volumes diferentes, é fundamental o tratamento acústico
    Discordo.
    Sempre que vou em um local público tenho o costume de observar a acústica do local. Em restaurante e bares o tratamento acústico não é uma exigência (chega a ser perigoso e a representar um gasto desnecessário). O que incomoda, na verdade, é o som alto demais dos músicos, que acham que todos estão ali para ouví-los cantar e tocar, esquecendo que muitos querem mesmo é bater um papo com os amigos ou falar bobagens no ouvido das namoradas.
    Ontem mesmo estive num aniversário em São Bernardo do Campo, num salão sem qualquer tratamento, com mesas e um esquema de restaurante. As conversas estavam muito animadas e perfeitamente inteligíveis, mas quando a banda começou a tocar, teve quem pediu para diminuir um pouco a intensidade de volume, pois ninguém se entendia mais.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  4. #24
    Citação Enviado originalmente por ivancm Ver Mensagem
    Eu falei em quarto e sala de casa. Não falei em restaurante, escritório, teatro cinema.
    Ivan,

    Isto está claro. O pessoal viajou um pouco porque não captou a sua idéia com clareza.
    Já disse, concordo com você.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  5. #25
    Citação Enviado originalmente por JulioCesar Ver Mensagem
    Eu toco meu saxofone no banheiro , o som fica muito bom . ( em tempo para os engraçadinhos , não toco sentado no vaso ... ) .
    Já sei onde será o próximo encontro do Clube...
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  6. #26
    Instrumentos musicais que tem baixo Decibéis, tais como violão, flauta, não necessitam de uma sala tratada acusticamente para que reproduza o som com qualidade. Observe que eu não estou falando em um equipamento de som reproduzindo violão ou flauta. Estou falando do próprio instrumento sendo tocado em uma sala de estar normal de uma casa. E sala de estar normal tem sofá, mesa, cadeira, estante, cortina. As conversas entre pessoas em uma sala de estar, por ter baixo decibel, são naturais, não necessitando de tratamento acústico para essa finalidade
    Última edição por ivancm; 13-12-15 às 18:26.

  7. #27
    Membro Avatar de CristianoLO
    Data de Ingresso
    Oct 2013
    Localização
    Porto Alegre/RS
    Mensagens
    866
    Eduardo, se um dia vier para Porto Alegre, visite o restaurante Parrilla del Sur ou a pizzaria Nono Ludovido, ambos servem comida de primeira... Mas infelizmente nenhum dos dois é um ambiente acusticamente saudável, e não tem música envolvida na equação

    Mais dois bons exemplos que podem validar a questão de como o tratamento faz diferença e podem ser experimentados em menos de 5 minutos a pé um do outro são os bares dos prédios 30 e 15 da PUCRS
    O primeiro, da Engenharia (meu prédio), eu me recuso a ficar, é um LIXO a acústica, já o segundo, comparado ao primeiro, é o paraiso... E só tem placas forrando o teto

  8. #28
    Cristiano, mas isso é para nós, "audiófilos detalhistas malucos" que implicamos com tudo...
    Quando reuníamos amigos num barzinho ou restaurante, todos se entendiam, nos divertíamos muito e saíamos de lá sempre felizes com o passeio.
    Hoje criticamos até a afinação da guitarra do músico...

    Tinha um barzinho em Santo André, chamado Jazz and Blues, talvez alguém aqui conheça. Nem sei se ele ainda existe, pois o "efeito Dilma" tem fechado muitas casas. Lá o amigo Ênio tocava piano, num ambiente que tinha tudo para dar errado, sem qualquer preocupação acústica, mas faziam filas para ouvir o jovem tocar. Até o prefeito de São Caetano do Sul se encantou com o rapaz, descobriu que era um competente arquiteto formado pela FAU-USP, e o contratou para trabalhar na prefeitura, onde está até hoje mostrando exemplos que são copiados por arquitetos do Brasil inteiro.
    O local era referência de ambiente agradável, onde reuníamos os amigos, e a acústica era... NENHUMA !!!
    Hoje eu não sei se acharia o lugar tão agradável assim em termos de condições adequadas para ouvir música ou bater um bom papo com os amigos, mas sinto muitas saudades daquela época....
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  9. #29
    * Membro VIP * Avatar de luiz carlos
    Data de Ingresso
    Aug 2012
    Localização
    são bernardo do campo
    Mensagens
    375
    Citação Enviado originalmente por Eduardo Ver Mensagem
    Discordo.
    Sempre que vou em um local público tenho o costume de observar a acústica do local. Em restaurante e bares o tratamento acústico não é uma exigência (chega a ser perigoso e a representar um gasto desnecessário). O que incomoda, na verdade, é o som alto demais dos músicos, que acham que todos estão ali para ouví-los cantar e tocar, esquecendo que muitos querem mesmo é bater um papo com os amigos ou falar bobagens no ouvido das namoradas.
    Ontem mesmo estive num aniversário em São Bernardo do Campo, num salão sem qualquer tratamento, com mesas e um esquema de restaurante. As conversas estavam muito animadas e perfeitamente inteligíveis, mas quando a banda começou a tocar, teve quem pediu para diminuir um pouco a intensidade de volume, pois ninguém se entendia mais.
    Eduardo, boa noite. Moro em São Bernardo e acho que já sei a que restaurante você foi. Certamente foi ao Restaurante São Francisco ou ao São Judas, na rota do frango com polenta. O volume com que as bandas tocam é simplesmente insuportável.

  10. #30
    Olá Luiz,

    O Jazz and Blues era um barzinho que ficava no Bairro Jardim, em Santo André.

    Estes restaurantes que você citou conheço todos, inclusive o Para Pedro, o meu favorito. Ainda existem?
    Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, e muitos outras bandas e músicos se apresentavam lá. O som era alto, a acústica péssima, mas que boas lembranças... porém era mesmo impossível conversar. Ainda hoje é assim em muitos restaurantes e bares.
    Eu trabalhava na GKW, que ficava na Est. Cama Patente. Nem sei se existe ainda. Minha esposa era gerente no Shopping Mappin ABC... este sei que mudou de nome.
    Estudei aí na FEI, e tinha muitos amigos na região, apesar de morar em Santo André e São Caetano. Boa época...
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •