Página 4 de 4 PrimeiroPrimeiro ... 234
Resultados 31 a 37 de 37

Tópico: Acústica nas conversas em salas e quartos

  1. #31
    * Membro VIP * Avatar de luiz carlos
    Data de Ingresso
    Aug 2012
    Localização
    são bernardo do campo
    Mensagens
    375
    Citação Enviado originalmente por Eduardo Ver Mensagem
    Olá Luiz,

    O Jazz and Blues era um barzinho que ficava no Bairro Jardim, em Santo André.

    Estes restaurantes que você citou conheço todos, inclusive o Para Pedro, o meu favorito. Ainda existem?
    Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, e muitos outras bandas e músicos se apresentavam lá. O som era alto, a acústica péssima, mas que boas lembranças... porém era mesmo impossível conversar. Ainda hoje é assim em muitos restaurantes e bares.
    Eu trabalhava na GKW, que ficava na Est. Cama Patente. Nem sei se existe ainda. Minha esposa era gerente no Shopping Mappin ABC... este sei que mudou de nome.
    Estudei aí na FEI, e tinha muitos amigos na região, apesar de morar em Santo André e São Caetano. Boa época...
    Eduardo, também estudei na FEI, entre 1969 e 1973; fiz engenharia têxtil. Acho a eletrônica incrível, embora não tenha conhecimento algum sobre ela, infelizmente. Comecei Direito na Faculdade de São Bernardo e tive de trancar a matrícula, mas no ano que vem continuo. Só estão faltando meu TCC e o exame da Ordem. Espero terminar tudo com sucesso. O restaurante Para Pedro ainda existe, sim, é uma das boas churrascarias de São Bernardo. No São Francisco assisti a shows de Chitãozinho e do Iva Lins.

  2. #32
    Membro Avatar de CristianoLO
    Data de Ingresso
    Oct 2013
    Localização
    Porto Alegre/RS
    Mensagens
    866
    Citação Enviado originalmente por Eduardo Ver Mensagem
    Cristiano, mas isso é para nós, "audiófilos detalhistas malucos" que implicamos com tudo...
    Quando reuníamos amigos num barzinho ou restaurante, todos se entendiam, nos divertíamos muito e saíamos de lá sempre felizes com o passeio.
    Hoje criticamos até a afinação da guitarra do músico...
    Minha esposa e pais tb não gostam desses restaurantes que citei, só vamos por causa da comida mesmo, vez q outra (até pq é caro rsrsrs)
    Os bar da PUCRS que eu não gosto, a turma de amigos q tenho tb não gosta, todos reclamam por causa do barulho
    Mas deve ser picuinha nossa, pelo jeito

    E se vamos falar em termos de "pessoas comuns", não devemos levar a conversa adiante... Se este fosse um Fórum sobre carros e estivéssemos falando sobre como um turbocompressor, pistões e camisas com revestimento cerâmico, 4 válvulas por cilindro, variador de fase nos comandos, injeção direta e coletor de geogetria variável melhoram a eficiência do veículo, imagina chegar lá e dizer assim "mas gente, qquer carro nos leva e trás pra todo lugar"...

  3. #33
    Citação Enviado originalmente por ivancm Ver Mensagem
    Instrumentos musicais que tem baixo Decibéis, tais como violão, flauta, não necessitam de uma sala tratada acusticamente para que reproduza o som com qualidade. Observe que eu não estou falando em um equipamento de som reproduzindo violão ou flauta. Estou falando do próprio instrumento sendo tocado em uma sala de estar normal de uma casa. E sala de estar normal tem sofá, mesa, cadeira, estante, cortina. As conversas entre pessoas em uma sala de estar, por ter baixo decibel, são naturais, não necessitando de tratamento acústico para essa finalidade
    Precisar não precisa. Mas com acústica adequada fica bem melhor.
    Como fazer uma busca eficiente no fórum sobre um tema que você tem interesse: http://www.clubehiend.com.br/forum/s...ll=1#post67474

  4. #34
    Citação Enviado originalmente por luiz carlos Ver Mensagem
    Eduardo, também estudei na FEI, entre 1969 e 1973; fiz engenharia têxtil. Acho a eletrônica incrível, embora não tenha conhecimento algum sobre ela, infelizmente. Comecei Direito na Faculdade de São Bernardo e tive de trancar a matrícula, mas no ano que vem continuo. Só estão faltando meu TCC e o exame da Ordem. Espero terminar tudo com sucesso. O restaurante Para Pedro ainda existe, sim, é uma das boas churrascarias de São Bernardo. No São Francisco assisti a shows de Chitãozinho e do Iva Lins.
    Mundo pequeno... é o segundo que conheço nesta semana que estudou lá.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  5. #35
    Cristiano,

    Você não entendeu o que eu quis dizer. Vamos lá novamente...

    Ei odeio ambientes onde o som é alto (não estou falando de qualidade, mas de intensidade). Eu nem fico, me irrito e saio. Se for para comer alguma coisa e ouvir uma música por ouvir totalmente descompromissado, até passa, mas para juntar os amigos para uma conversa, isso não funciona pra mim.
    Digo que o curioso era que quando eu era moleque e achava isso normal.

    Com o tempo fomos ficando mais críticos com a reprodução da música, porque gostamos de música. Meu irmão, por exemplo, ainda frequenta estas baladas noturnas com som ensurdecedor e até canta no palco (bom... ele acha que canta...).
    Eu hoje vou num lugar e não me incomodo mais somente com o volume, mas com a qualidade do som. Já presto mais atenção na execução do "acontecimento musical ao vivo", para usar um termo que acho engraçado.
    Isso acontece porque pessoas como eu, você e muitos amigos que frequentam esse Clube se tornaram mais exigentes com a qualidade, chegando mesmo em muitas vezes (pelo menos comigo) a achar que o sistema hi-end de nossas casas toca melhor que muitas apresentações ao vivo. Claro que mudamos. Nossas referências mudam porque apreciamos a música bem reproduzida.

    Que teve um fusca 1.200 a vida toda e um dia comprou um Gol 1.6 achou que estava com um bólido possante nas mãos, até comprar um Civic, e vai achar o Civic insuperável até andar numa Audi de bom nível. Peça depois para ele comparar a Audi com o Gol, e ele dirá que o gol é uma grande m....
    Mas, ele certamente estava feliz com o Gol antes.

    Por conta de alguns problemas de saúde eu parei de tomar cerveja. Eu já não suportava a acidez e o gosto de química das Brahmas e Skóis da vida (esse plural da Skol ficou medonho... reconheço ), e só tomava Original e Serra Malte de garrafa grande. Eram algumas no meio da semana (pelo menos 1) e umas 4 ou 5 no domingo.
    Como tive que reduzir a cerveja para uma quantidade bem pequena, resolvi trocar a quantidade pela qualidade, e passei a consumir algumas cerveja gourmet, e algumas alemãs de 15 até 24 reais a garrafinha. Uma ou duas por semana... até que não é nenhum luxo.
    No último final de semana fui almoçar fora e pedi uma Serra Malte, e quando tomei o primeiro gole eu pensei " que b... de cerveja!!!". Pois é... e eu já fui feliz com Skol...
    Para acompanhar o almoço, até que resolveu.

    É isso que tentei mostrar ao amigo Ivan. Para uma conversa ao vivo sem muito compromisso, claro que entendemos perfeitamente o que a pessoas fala, principalmente estando logo à sua frente. Mas, hoje, eu, você e muitos amigos que aprenderam a "ouvir", temos mais facilidade para ouvir os "ecos", reflexões e distorções que tornam o som incômodo, assim como numa apresentação musical ao vivo, onde além do volume exagerado dos ignorantes que tocam, percebemos inúmeros problemas acústicos que hoje entendemos as razões, conhecemos as consequências e temos até uma idéia de como atenuá-los ou eliminá-los com um tratamento acústico.

    Ufa !!! Acho que era isso... Entendeu ou quer que eu grite sem qualquer tratamento acústico? Vai ficar pior... ... Estou brincando, acho que talvez eu não tenha me explicado bem pois eu estava tentando enxergar a situação do ponto de vista do Ivan para melhor explicar.

    Abração meu caro.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  6. #36
    Membro Avatar de CristianoLO
    Data de Ingresso
    Oct 2013
    Localização
    Porto Alegre/RS
    Mensagens
    866
    Eduardo, não entendi, favor falar no banheiro tomando várias SKÓLES
    KKKKKKKKK

  7. #37
    Putz!!! Skóles ficou pior ainda....
    Eu fiz uma associação com "lençol"... "lençóis"...
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •