Página 2 de 5 PrimeiroPrimeiro 1234 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 48

Tópico: Jornal de 1 artigo só.

  1. #11
    * Membro VIP * Avatar de JIG
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Porto Alegre City
    Mensagens
    545
    Na minha opinião o espaço ainda tem poucos usuários (quantidade), mas os conteúdos e opiniões são de altíssimo nível (qualidade).

    Particularmente prefiro qualidade, por isso, acesso diariamente o Clube e leio com prazer o que os amigos escrevem, mesmo nas áreas que não são de meu principal interesse, mesmo assim, leio.
    Abraço,

    João


    A humanidade está perdendo seus gênios! Aristóteles faleceu, Newton já era, Einstein morreu e eu não estou me sentindo bem.

  2. #12
    Caro Holbein!

    Acredito que o formato de blocos de entrevista seja adequado, pois contextualiza bem as informações desejadas. Acredito que ele, mesclado com outros de diferentes formatos, mas com a mesma premissa de nos trazer informações específicas num campo delimitado (como este fez), possa trazer grande prazer à leitura, que, diga-se de passagem, já é das mais convidativas!!

    Um grande abraço e eternas saudações!!

    Esteja em paz!

  3. #13
    * Membro VIP * Avatar de fibra
    Data de Ingresso
    Apr 2011
    Localização
    Campinas - SP
    Mensagens
    4,813
    Eu penso que, nos dias atuais, as pessoas não têm tempo ou melhor, o tempo é muito restrito. Textos longos e sem ir DIRETO ao assunto são postos de lado pela grande maioria dos leitores. Vejamos, se eu tiver 20 minutos por dia para ler o forum eu vou preferir ler 15 posts curtos espalhados pelos forum de assuntos que me interessam (tópicos que assinei), posts mais objetivos. Ao passo que um assunto num texto muito longo, por demais interessante que me pareça, eu vou deixar para o final do dia, se der tempo. Eu imagino que a grande maioria age desta forma. Nos dias de hoje mal temos tempo de almoçar, muita correria, então temos que optar. Mestre Holbein, essa seria minha contribuição, apenas minha percepção.

    Abraços.
    Última edição por fibra; 20-08-12 às 00:24.
    █ AMD FX-8350 @ 4.7GHz █ Thermaltake Water 3.0 Performer █ Gigabyte 990FXA-UD3 Rev. 4.0 █ Corsair AX860 Full Modular 80 Plus Platinum █ Kingston HyperX Fury Blue 1866MHz HX318C10F/8 (1 x 8GB) @ 2099MHz [CL9,11,10,30,42] █ 3 x Samsung 840 EVO 120GB SSD em RAID0 █ AMD Radeon HD3870 core@900MHz mem@1250MHz █ Corsair Carbide Air Series 540 █ NZTX's Sentry Mesh Fan Controller

  4. #14
    Como acompanhante de todas as matérias do Mestre, vou expor minha opinião.

    Prefiro textos longos a quebrados.

    Se o tempo me é escasso, sempre salvo o texto no bloco de notas e vou 'sorvendo' aos poucos.
    Sou mais de ler dessa forma, por partes, do que ler um texto 'resumido'.

    A propósito, gostaria muito de ver por aqui também a participação do colega Douglas Bock (zpinoz). Seus textos são riquíssimos.
    Dia desses li que ele iria compilar esses (e outros) textos seus, e iria lançá-los em um livro. Estou na expectativa. É compra certa (e quero autógrafo hahaha).
    Para os colegas que queiram dar uma 'espiadinha' sobre o que falo, vale a visita: http://www.audioliberum.com.br
    De quebra, vós sereis brindados com textos do Mestre Holbein e também do nosso colega Edison Christianini.

    Grande abraço.

  5. #15
    Citação Enviado originalmente por Holbein Ver Mensagem
    Por isso, apreciaria que meus leitores manifestassem sobre como gostariam que as sérias questões aqui abordas fossem expostas.

    Agradeceria muitíssimo pois tenho toda boa vontade de passar minha experiência, e não me sentiria confortável fechar o "Espaço".
    Caro Holbein,

    Existe uma diferença entre "ver" e "ler". Um espaço não deve ter muitas visitas, mas interesse sério daqueles poucos que o visita.
    O Clube é novo, formado por pessoas mais sérias em relação ao nosso "hobby". A possibilidade de seus artigos serem mais apreciados aqui é muito maior do que em um espaço que tenha milhares de visitantes, a maioria voltada ao HT, e uma grande parte mais curiosa em saber qual o tema tratado do que realmente ler e querer entender seu conteúdo.
    Acho que estamos seguindo um bom caminho, e certamente muitos aqui estão apreciando seriamente os seus textos... como eu...

    Abraços
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  6. #16
    Caro Holbein .
    Uma semente tem de ser plantada e regada com a frequencia necessária , se os frutos serão suculentos ou a sombra suficiente , é detalhe , o importante é a obra .

  7. #17

    Cabo em cordel (O Arataca-HM)

    ©Ricardo Labuto Gondim

    Santa Musa dos Poetas
    É com fervor que lhe peço
    Senhora de toda beleza
    Abençoa este meu verso
    Sobre o cabo Arataca
    Que em mistério está imerso.

    Pelos lados de Floripa
    Mora um velho cismarento
    Chamado de gênio e de bruxo
    De louco e até de jumento
    Pois fala tudo o que pensa
    Não aceita açodamento.

    Feito leão enjaulado
    Esse velho impaciente
    Não sabe ficar parado
    E provoca toda gente
    Agora com um cabo “engraçado”
    Que por mim já foi testado.

    É um cabo aeronauta
    Oficial da aviação
    Descoberta do peralta
    Esse tal Velho Leão
    Cearense pau-de-arara
    Arataca do sertão.



    Parece barbante esticado
    Um cordel desenrolado
    A ponto de arrebentar
    Ao meu olhar analítico
    Esse cabo tão raquítico
    Não pôde impressionar.

    De Arataca-HM
    Foi o cabo batizado
    Feito de cobre somente
    De níquel ou cromo banhado
    Não tem prata nem tem ouro
    E com teflon é enrolado.

    Instalei-o sem vontade
    Mais por curiosidade
    Pois fé nele eu não tinha
    Foi então que algo se deu
    Um milagre aconteceu
    Para a surpresa minha.

    Alto, largo e abismado
    Um palco inebriante
    Formou-se altissonante
    E eu todo abestado
    Tremendo de assombrado
    Com a ambiência alucinante.

    Da Áustria o cearense
    Anton Bruckner Camponês
    Na sua Nona Sinfonia
    Que a tal DG estropia
    A embolada se desfez
    E soou mais vienense.

    Os acordes desvendados
    Os timbres separados
    As violas mais à frente
    Os baixos articulados
    Violoncelos projetados
    Tudo claro e evidente.

    Com Karajan e Janowitz
    As Quatro Últimas Canções
    Perderam a frieza chapada
    De antigas edições
    Nacional e importada
    De duras colorações.

    Se os médios têm metades
    Uma alta e outra baixa
    A de baixo é mesmo baixa
    Pois a de cima é mesmo alta
    Com a queima isso se encaixa
    Paciência não me falta.

    Mas o meu entusiasmo
    Não posso mais conter
    O Arataca é bagatela
    Todo mundo pode ter
    Se ouro é o que te falta
    Para o sistema acender.



    Esse cabo é muito quente
    Aberto e iluminado
    O som de trás vem para frente
    Fica tudo equilibrado
    Num palco incandescente
    Muito amplo e arejado.

    Como disse o doutor Lino
    Não há como explicá-lo
    O Arataca é mesmo ímpar
    Mas você pode duvidá-lo
    Não se importe com o que digo
    Experimente instalá-lo.

    Pra saber mais do Arataca-HM
    O cabo supersônico
    Questione aqui na internete
    Que o cordel é eletrônico
    Fale com o cabra-da-peste
    O Leão velho e sardônico.



    Minha Musa me despeço
    Em profunda contrição
    Jamais estive à altura
    Da suave inspiração
    Mas já dei o meu recado
    Em rima pobre e fraco verso.

    Obrigado meu amigo
    Pela sua companhia
    E de Floripa ao Leão
    Pela doce cortesia
    De dividir a descoberta
    Com a nossa confraria.

  8. #18
    Verdadeiros poetas se revelam aqui no forum.
    Mestre Holbein merece todo nosso respeito e admiração.
    Grande texto, Robinson.
    Abraços.

  9. #19
    Membro
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Localização
    São Paulo
    Mensagens
    206
    Lindo Cordel do Gondim,
    quem lê o primeiro verso
    fica no poema imerso,
    só tira os olhos no fim.

    Como embira na rede,
    vem encaixadas as sextilhas
    e quando acabam as pilhas
    estamos de novo com sede.

    Z
    Última edição por ZpinoZ; 27-08-12 às 22:11.

  10. #20
    Holbein

    Esta tudo bem, muitas vezes leio , mas o tempo anda escasso na réplica, continuemos e um dia caimos em pé.

    Robinson este cordel do Ricardo Godim é uma obra de arte , me lembrou o poeta do absurdo Zé limeira, mistura de Salvador Dali e Holbein, vem de revestrez derrubando a lógica e o mito, e o não dito.
    Nada ficou gravado dele, do cego Alderado escutei uma pequena fita lá dos naos 60 acho, mas do Zé ficou a escrita, veja embolando com Anátacio o seguinte mote:

    Vou fazer serenata na calçada
    Da menina que amei na minha vida



    Anastácio:

    Venho amando do tempo da infância
    Uma linda menina que ainda prezo,
    Inda quase maluco eu não desprezo
    Sua imagem e a sua rutilância.
    Desprezá-la seria ignorância.
    Minha deusa bonita e preferida
    Que por Deus para mim foi escolhida,
    Minha estrela brilhante e consagrada…
    Vou fazer serenata na calçada
    Da menina que amei na minha vida.


    Zé Limeira:

    Prá fazê serenata eu sou bambão,
    Toco em frente, de banda, quina e lado.
    Na viola eu até toco um bocado,
    Sou ribombo e zuada de truvão.
    Muitas vezes eu decanto uma canção
    Lá no açude de Santa Margarida.
    Eu me lasco mais faço uma ferida
    No toitiço da velha madrugada…
    Vou fazer serenata na calçada
    Da menina que amei na minha vida.

    Quando a guerra zuou dentro da França
    Eu ouvi os estrondo do sertão.
    Gosto muito de fava e de feijão,
    A muié que eu quiri tinha uma trança.
    Japonês e alemão entrou na dança,
    As estrada do Brejo é tão comprida
    É pecado matá vaca parida,
    A Alemanha da China tá tomada…
    Vou fazer serenata na calçada
    Da menina que amei na minha vida.

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •