Página 3 de 13 PrimeiroPrimeiro 12345 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 21 a 30 de 122

Tópico: Subwoofers

  1. #21
    Membro
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Mensagens
    2,279
    Agradecimentos: 0
    Que nada...
    O que acontece é a eliminação das intermodulações no amplificador destas cxs. que agora não tem que reproduzir frequencias tão baixas.
    O corte ativo destas frequencias funciona MUITO bem, bastante melhor do que corte passivo com bobinas e capacitores.
    Sugiro sempre a primeira alternativa e biamplificação ativa com subwoofer.

    Tem nada a ver com excursionamento de cones que por sinal é o que fazem os woofers (e andam muito mesmo, foram projetados para esta função...)
    Os bons falantes woofer são assim mas se dermos a "sorte" de ter um keybass da novik feito pela bravox no caixote aí já viu né...
    Última edição por Eduardo; 21-06-13 às 16:46. Razão: Apagado: As explicações dadas em alguns posts são no mínimo peculiares...

  2. #22
    Administrador Avatar de Eduardo
    Data de Ingresso
    Apr 2011
    Localização
    Aqui mesmo...
    Mensagens
    6,100
    Agradecimentos: 38
    Ricardo,

    Pelo que eu entendi, não é esta a questão que o pessoal levantou aqui.
    A idéia é evitar a excursão excessiva de woofers que não vão mesmo responder a estas frequências tão baixas, mas que os cones se movem em função do campo magnético gerado interferindo mecanicamente onde não precisava e até podendo danificar o falante.
    Se for isso mesmo que eles quiseram dizer e eu entendi, isso é fato mesmo, e quem me comentou isso foi justamente um fabricante de caixas bem conceituado: "não enviar nada para as caixas que elas não possam aproveitar ou responder, sejam graves ou agudos extremos".
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  3. #23
    Membro
    Data de Ingresso
    Jan 2013
    Mensagens
    888
    Agradecimentos: 0
    A grande vantagem do subwoofer, aproveitando o gancho, é poder respeitar as frequências de resposta "seguras" apontadas pelas marcas, além de conseguir "planificar" a resposta de frequência por todo o espectro audível...

    Para quem ouve em volume elevado, pode até mesmo ser uma segurança a mais de que não vai correr risco de perder algum driver por excursionamento excessivo.

    Particularmente, eu AMO graves um pouco mais pesados que o restante, a ponto de dar uma leve fechada na característica do som. Mas não uso subwoofer porque não tenho sentido falta mesmo, ainda que seja a favor de seu uso.

  4. #24
    Administrador Avatar de Eduardo
    Data de Ingresso
    Apr 2011
    Localização
    Aqui mesmo...
    Mensagens
    6,100
    Agradecimentos: 38
    O que deu mais trabalho no projeto das minhas caixas foram justamente os graves.
    O que mais existe no mercado são "palpiteiros". Quando você começa a conversar com os fabricantes sérios, percebe que muitas coisas são um pouco diferentes.
    E vejam, eu há 35 anos construo caixas acústicas, e quando comecei a conversar com alguns projetistas de respeito percebi que eu sabia muito pouco sobre isso.
    Foi deles a sugestão de tornar bastante flexível a configuração dos Woofers, e posso dizer que estas caixas possuem graves para qualquer ambiente, qualquer condição e sistema.
    Gosto muito das minha antigas B&W 7NT que estão ligadas no HT e os dois subwoofers passivos, mas já testei utilizando o subwoofer das minhas caixas novas. Isso é possível porque há uma saída independente antes de passar pelo crossover que permite ligar um dos subwoofers diretamente, mas, sempre com amplificação externa.
    Das soluções que já vi funcionando bem, me impressionou a qualidade de um Velodyne ligado com bookshelves Tannoy. Era um Velodyne antigo, mas cumpria muito bem o seu papel.
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

  5. #25
    Membro
    Data de Ingresso
    Jun 2012
    Localização
    Brasil
    Mensagens
    2,588
    Agradecimentos: 0
    Eduardo, apenas uma ressalva.

    O tópico é sobre SUB-woofers, ou seja SUB-graves.

    Graves, muitas caixas são capazes de executar bem, outras com uma barriga danada, inclusive de marcas consagradas, visto que vários fabricantes já sacaram

    que isto IMPRESSIONA muitos consumidores que assinam o ch na hora.

    Os subgraves estariam abaixo de 40 hertz e é aí que a porca torce o rabo.

    A maioria nem sabe qual a frequência dos graves que está ouvindo.

    EX: graves vicerais são graves médios, por volta dos 64 hertz e este soco no peito encanta muitos, mas não tem nada a ver com sub-graves.

    Quanto mais exagerado o grave for em torno dos 64 hertz, mais difícil será notar os subgraves, ou graves baixos.

    Como pode uma pessoa que não ouviu um subgrave, saber se agrada ou não?

    A maioria nunca teve contato com subwoofer em LT bem ajustado.

    Não tem como comparar com subwoofer selado, nem bass-reflex.

    E estou com o Ricardo.

    Corte ativo diminui a DIM (distorção por intermodulação) tanto na eletrônica (power) quanto na mecânica, woofer das caixas.

    O ganho é duplo e não apenas nos woofer.


  6. #26
    Membro
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Mensagens
    2,279
    Agradecimentos: 0
    Luke:

    Vc conhece a expressão latina "vox clamantis in deserto"?

    [ ]
    R.

  7. #27
    Membro
    Data de Ingresso
    Jan 2013
    Mensagens
    888
    Agradecimentos: 0
    Eu só posso dizer que conheço graves por volta de 30Hz. Menos que isso, nunca ouvi com eficiência, rsrs. E tocou num ponto crucial: os graves de certo modo "impactantes" não são difíceis de serem reproduzidos por boas books e torres, o complicado são os subgraves e, inclusive, é este que deixa os cabelos em pé, porque o próprio ambiente, se não for bom, sofre com as frequências muito baixas.

    Legal essa troca de informações, especialmente por ter o cunho de diferenciar termos técnicos importantes.

    Não entendi o latim, rsrs.

    Abraço!

  8. #28
    Membro
    Data de Ingresso
    Jun 2012
    Localização
    Brasil
    Mensagens
    2,588
    Agradecimentos: 0
    Ricardo, no chute, acho que deve ser que estou falando sozinho no deserto.

    Mais ou menos isto.


  9. #29
    Membro
    Data de Ingresso
    Jun 2012
    Localização
    Brasil
    Mensagens
    2,588
    Agradecimentos: 0
    Citação Enviado originalmente por Luke Ver Mensagem
    Corte ativo diminui a DIM (distorção por intermodulação) tanto na eletrônica (power) quanto na mecânica, woofer das caixas.

    O ganho é duplo e não apenas nos woofer.

    Explicando melhor o efeito esperado com a menor DIM no power, são médios altos mais limpos.

    A DIM na eletrônica faz com que ao amplificar as baixas frequências um espúrio seja introduzido lá nos médios altos, deixando os médios ardidos, ásperos, menos lisos.

    Já a DIM nos woofer é mecânica.

    O woofer, quanto mais próximo de seu Xmax, mais demora para voltar à posição inicial e tocar a próxima nota. Graves lentos, embolados.

    Por outro lado, aliviado das baixas, longe do Xmax, o woofer fica mais rápido, voltando a posicão inicial mais rapidamente. Graves rápidos, modulados.



  10. #30
    Administrador Avatar de Eduardo
    Data de Ingresso
    Apr 2011
    Localização
    Aqui mesmo...
    Mensagens
    6,100
    Agradecimentos: 38
    Citação Enviado originalmente por Luke Ver Mensagem
    Eduardo, apenas uma ressalva.

    O tópico é sobre SUB-woofers, ou seja SUB-graves.
    Ué? E não foi isso que comentei logo acima?
    Quando falo em graves e subwoofers, estou me referindo aos graves mais baixos, mas ainda graves. Afinal, dois falantes de 10 polegadas tiveram justamente esse objetivo...

    Quando comentei sobre o sub passivo, foi porque disponho justamente de duas opções no meu sistema, o corte ativo e o passivo, e tenho testado todas as variações possíveis, cada qual com sua vantagem e desvantagem.

    Não entendi porque você acha que está falando sozinho, mas se prefere...

    Abraços, vou dormir que preciso descansar para eventuais manifestações amanhã...
    Eduardo

    ____________________________________________

    Audiofilia: Retroceder Nunca, Render-se Jamais

    www.hifiplanet.com.br

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •