Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 29

Tópico: Alguns livros

  1. #11
    Desligado
    Data de Ingresso
    Oct 2012
    Localização
    Planeta Terra
    Mensagens
    292
    E SE....?

    Estou lendo um livro curioso, "Crime at Mayerling", de Georg Markus. Trata-se de um livro histórico, que trata de um crime duplo (assassinato seguido de suicídio) ocorrido em Mayerling, Áustria, uma pequena localidade usada por caçadores, nos arredores de Viena. Em 30 de janeiro de 1889, o príncipe herdeiro do Império Austro-Húngaro, a maior potência continental da época, matou sua amante, Baronesa Marie Freiin von Vetsera, uma belíssima moça de 18 anos, com um tiro na cabeça, e depois suicidou da mesma forma.

    Foi um escândalo total, dado que Rudolf, o Príncipe, era casado.

    É interessante acompanhar a forma com que os fatos foram tratados pela família imperial, notadamente pelo pai de Rudolf, o Imperador Francisco José. A princípio, até o fato de ter ocorrido a morte da Baronesa foi ocultado. Depois, foram surgindo versões umas oficiais, outra pura especulação, a maioria das quais tentando retratar a moça como um vadia - o que ela nunca foi. Fora cortejada incansavelmente pelo Príncipe, por meses, e os dois faziam planos, até de fuga. Rudolf sabia que isso era impossível: era o Príncipe herdeiro do trono, ele tinha deveres. E um divórcio da esposa seria impensável naqueles tempos, em que os casamentos eram arranjados por conveniência política. Não havia saída para os dois amantes. Desesperado, Rudolf optou pelo caminho mais covarde.

    Mas o que fascina não é a história em si, e sim as suas implicações futuras. É um caso emblemático do "efeito borboleta".

    Embora tenha nascido no seio da corte mais conservadora da Europa, filho de um Imperador autoritário e insensível ao sofrimento dos mais humildes, Rudolf era um humanista. E um intelectual. Falava 6 idiomas, viajara o mundo inteiro. Tinha profundo horror de seu colega da Alemanha, Wilhem, que era anti-semita radical, e um militarista. Quis denunciar o acordo de ajuda militar que existia entre os dois Impérios. Mas seu pai impediu. Embora tenha tido formação militar, Rudolf nunca tomou gosto pela guerra. Era desprezado por seu pai, por causa disso. Mas seria Imperador...

    Aí começam os "SE". Porque Rudolf se matou, e matou a amante.

    SE Rudolf não tivesse suicidado, o Império Austro-Húngaro jamais teria tido um Príncipe herdeiro chamado Francisco Ferdinando, que era odiado pelas massas. Tanto que foi assassinado em 1914 em Sarajevo . O Império Austro-Húngaro jamais teria tido um acordo de defesa mútua com a Alemanha. E não teria havido a Primeira Guerra Mundial.

    E sem a Primeira Guerra Mundial, que criou a miséria, a fome e deu feições aos ódio contra os judeus na Alemanha, não teria havido a Segunda.

    Mais de 100 milhões de mortos. Esse foi o preço dos dois tiros desferidos por um amante desesperado, em 1889.

    Enfim, é aquilo que meu amado pai me diz : “Se minha avó tivesse rodas, ela seria uma bicicleta”.

    []'s
    Última edição por Buck Sarampo; 18-10-12 às 07:25.

  2. #12
    Grande Zerob!

    Parabéns pelas sugestões!
    Abraço.
    Citação Enviado originalmente por zerob Ver Mensagem
    Colegas , assim como sugeri alguns documentários , estou agora sugerindo livros .

    Música escuta-se em equipamentos eletrônicos com as limitações que as condições acústicas e a própria eletrônica sempre vão nos impor . Mas quando a audição da música se associa a leitura de alguns tipos de revistas , sites e forums sobre Audio , a presença do hype , a oferta de snake-oil e a disseminação da pseudo-ciência criam um problema afetando , negativamente , o nosso processo de julgamento & decisões . E é aí que entra toda uma base teórica que pode nos proteger , reforçando uma saudável eterna postura crítica .

    Sobre a inevitabilidade e uma melhor compreensão do chamado " efeito placebo " :

    Snake Oil Science : The Truth About Complementary and Alternative Medicine “ ,
    R. Barker Russel

    - Livro excelente . Tudo o que se precisa saber sobre o efeito placebo ,com um extremo rigor metodológico e um estilo muito cheio de humor . Lendo-se este , os dois outros livros que indicaria sobre o assunto podem até serem mesmo esquecidos ( o do Daniel Moerman e o do Fabrizio Benedetti )

    The Invisible Gorilla and Other Ways our Intuitions Deceive Us “ , Christopher Chabris & Daniel Simons .

    - Uma ducha fria na arrogância decorrente da desconhecimento sobre a real capacidade dos nossos sentidos .

    Predictably Irrational “ , Dan Ariely

    - O Dan é de leitura fundamental . As atitudes irracionais são demonstradas como algo inerente e até mesmo indefensável no nosso dia a dia . Além de ter sido o cara que legitimou cientificamente a minha proposta inédita de um teste cego duplo na área de audio ? adaptado da área médica e dentro do protocolo Consort 2010 .

    The Drunkard’s Walk : How randoness Rules our Lives “ , Leonard Mlodinow

    - Uma tremenda aula sobre aleatoriedade e probabilidade no cotidiano , algo compreeensivelmente “ negado “ pelos ... humanos ocidentais .

    Voodoo Science : The Road from Foolishness to Fraud “ , Robert Park

    - Um fisico atônito com a credulidade existente até mesmo entre outros físicos .


    Thinking , Fast and Slow “ , Daniel Kahneman

    - Um dos pais da Economia Comportamental , um psicólogo ganhador de um Nobel em Economia e , junto com seu falecido grande amigo Amos tversky , criador dos conceitos “Heuristic “ e “ Bias “ nos processos de julgamentos & decisões .

    The Demon-Haunted World “ , Carl Sagan

    - Na minha opinião o livro mais bonito do Sagan . Um livro que permite compreender a sua morte precoce e corajosamente racional , como foi toda a sua vida intelectual .

    The Black Swan “ , Nassim Taleb

    - Pena que o autor tenha sido tão pobremente entrevistado pelo Estadão na semana passada . Este livro , na verdade , vem de Hume até Popper , com humor , erudição e “ street-wise “ , o Taleb na realidade fala do velho ( e para mim insolúvel ) “ problema da indução “ e da imprevisibilidade. É irônico que o Taleb tenha vindo ao Brasil à convite de um banco , quando este livro diz que os banqueiros estão abaixo dos golfinhos na evolução .


    A Lógica da Pesquisa Cientifica “ , “ Conhecimento Objetivo “ e “ Conjecturas e Refutações “ , Karl Popper

    - Três entre os muitos livros do meu autor predileto e excelentemente traduzidos pelo prof Leônidas Hegenberg .

    Explicações Cientificas “ , Leônidas Hegenberg , EDUSP , 2ª Edição , S.P. , 1973

    - Infelizmente só encontrável em sebos ( xxxx. estantevirtual.com.br ) , mas é uma enorme surpresa que exista um livro assim no mercado editorial brasileiro .

    E não podia deixar de indicar um livro de “ Introdução à Lógica “ , seja do do Irving Copi , do Wesley Salmon ou do Harry Gensler .

    Descupem se escrevi demais , mas consolem-se sabendo que fui injusto esquecendo livros e ignorante desconhecendo muitos outros . Resumindo , vocês foram poupados graças a minha memória e ignorância .

    Abraços ,

    zerob

  3. #13
    Oi , frost

    E com a grande vantagem de terem traduzido aqui todos os livros citados menos o " Snake Oil Science : .. " e o " Voodoo Science : ... " .

    Um abração para você também ,

    zerob
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  4. #14
    Biografias

    Há aqueles que simplesmente odeiam ler biografias e há os que conseguem lê-las não só para melhor compreender o biografado e seu trabalho mas , também , a sua época .

    Começando por três personagens que se destacam pela excentricidade entre os já excêntricos :

    - “ The Strangest Man : The Hidden Life of Paul Dirac , Quantum Genius “ , Graham Farmelo

    O provável autismo não impediu que a sua genialidade desse uma tremenda contribuição à mecânica quântica , indo até o QED do Feynman . E quem quiser saber mais sobre a sua famosa equação , sobre a sua descoberta matemática da antimatéria , tem que ler o livro porque eu li , entendi o que precisava e podia entender , mas não ousaria explicar para ninguém .

    - “ Cold Warrior : James Jesus Angleton : The CIA’s Master Spy Hunter “ , Tom Mangold

    Proveniente da área literária e com uma formação clássica ( editava uma revista sobre poesia , divulgava Ezra Pound etc ) , a sua paranóia sobre um “ mole “ soviético na CIA praticamente congelou os futuros contatos com potenciais agentes duplos soviéticos .
    É o exemplo extremo de até onde pode chegar um officer de “ counter-intelligence “ e a expresssão " wilderness of mirrors " é sempre associada ao Angleton .

    - “ Evelyn Waugh “ , Christopher Sykes

    O “ reacionário “ inglês convertido ao catolicismo com maior senso de ironia e um humor critico , ambos muito bem bem disfarçados , com relação ao rígido sistema de estratificação social inglês.

    Abaixo um dos personagens mais fascinantes já produzido pelo Império Britânico ( e existe um tradução bem decente em português ) :

    - “ Sir Richard Francis Burton : O Agente Secreto que fez a Peregrinação a Meca , Descobriu o Kama Sutra e Trouxe as Mil e Uma Noites Patra o Ocidente “ , Edward Rice

    Lembrando que a sua esposa extremanente religiosa queimou , após a sua morte , a metade da sua obra por considerá-la “ herética “ e lembrando também que o Burton era ainda um poliglota ( mais de 20 idiomas e dialetos ) , geógrafo , escritor multi-facetado ( até mesmo um livro sobre espadas produziu ) , tradutos , diplomata ( representou o Império Britânico no Brasil mas vivia é pelas florestas ) , ligado a sociedades e ritos secretos no Oriente , explorador etc etc etc . E além de ter sobrevivido a uma lança que atravessou o seu rosto numa de suas aventuras africanas , quando morreu , os médicos decobriram tatuagens enigmáticas pelo seu corpo , provavelmente de contatos que teve com grupos secretos orientais e/ou africanos .


    - “ Genius : The Life and Science of Richard Feynman “ , James Gleick

    Li uma outra , bem mais recente , do Lawrence Krauss ( “ Quantum Man : ... “ ) e , apesar do Krauss ser muito bom escritor cientifico , achei a biografia do Gleick bem melhor e muito mais rica .

    Quanto ao Feynman , é uma figura tão rica , colorida , genial e humana que ou escreveria muito ou nada .
    Só digo que respeito muito um Nobel que também gostava de ir para um strip club onde ficava bebendo Pepsi , fazendo os seus cálculos com as meninas dançando por perto , e que quando morou no Rio saia batucando em escolas de samba ( parte da bateria mesmo , pois o Feynman era bom também na percussão ) .

    Obs : Um encontro entre o Feynman e o Dirac numa viagem deste aos EUA ( Feynman tinha uma tremenda admiração pelo trabalho do inglês Dirac ) .

    Um diálogo mais ou menos assim :

    - “ Eu sou o Feynman . O sr. é o Paul Dirac ? “

    - “ Sou “

    E acabou aí o “ diálogo “ . Dirac só falava o que achava necessário numa comunicação .Realmente preferia expressar-se matematicamnete .

    E depois acham que o Sheldon é excêntrico ( como existe um fisico consultor nos roteiros do BBT , êle certamente conhece as histórias do Dirac )

    Bem , deixei de fora o A.Desmond & J.Moore assim como a Janet Browne biografando Darwin , como não inclui I. Pais ou o W. Isaacson escrevendo sobre Eisntein .
    Certamenteesqueci de incluir alguma coisa já lida e principalmente não li muitas outras biografias . Pelo menos conclue-se que a humanidade não é tão mediocre assim para caber em menos de um metro de estante .

    Abraços ,

    zerob
    Última edição por zerob; 11-11-12 às 15:52.
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  5. #15
    O tema " psicopatas " já me interessou bastante , mas acabei me afastando um pouco . Ainda assim , acho que uma compreensão do que é um ou uma psicopata é algo bastante útil nas nossas interações ao longo da vida .

    Dois livros que considero necessários antes da leitura de quaisquer outros são :

    O livro pioneiro

    " The Mask of Sanity " , Hervey Cleckley

    http://en.wikipedia.org/wiki/The_Mask_of_Sanity

    Obs : Existe a possibilidade de download deste livro ( em .pdf , gratuito e legal ) no link acima , lá embaixo , em " External Links " .O livro mesmo está esgotado , e a 5ª e última edição só é encontrada já usada .


    E o livro deste autor , que já esteve no Brasil algumas vêzes , e é ainda a referência contemporânea com relação ao assunto


    " Without Conscience : The Disturbing World of the Psychopaths Among Us " , Robert Hare


    http://www.amazon.com/Without-Consci...out+conscience


    Abraços ,

    zerob

    P.S. : Eu tomaria cuidado com alguns livros brasileiros sobre o assunto . Uma vez folheei dois livros " locais " sobre psicopatas e , na bibliografia , não constavam os nomes do Cleckey ou o do Hare . O que significa uma inaceitável ignorância e o mais completo oportunismo comercial .
    Última edição por zerob; 13-11-12 às 09:13.
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  6. #16
    Bom dia ,

    Numa época em que a mecânica quântica é associada a coisas como terapias alternativas e até white papers de montadores de cabos hi-end . E quando a completa incompreensão e distorção daquilo produzido por Einstein acabou no relativismo cultural , acho que alguns livros podem “ limpar “ essas teorias e conceitos e mostrar o quão mais profundas e impactantes elas foram e são .

    Inward Bound : Of Matter and Forces in the Phisycal World “ , Abraham Pais

    - Uma história da Física no sec XX escrita por um físico e principal biógrafo de Einstein .


    Quantum : Einstein , Bohr and the Great Debate about the Nature of Reality “ , Manjit Kumar

    - Livro fascinante sobre o embate entre dois homens ( Einstein e Bohr ) e o choque entre a abordagem clássica versus a revolucionária – ainda que ambas sejam revolucionárias no mais amplo e profundo sentido da palavra .


    Uncertainnty : Eisntein , Heisenberg , Bohr and the Struggle for the Soul of Science “ ,
    David Lindley

    - Um livro que , pelo menos , corregiria a noção absurda e inaplicável fora do mundo sub-atômico que outras áreas do conhecimento atribuiram ao “ principio da incerteza “ .


    In Search of Schrodinger’s cat : Quantum physics and Reality “ seguido pelo “ Schrodinger’s Kittens and the Sear for Reality – Solving the Quantum Mysteries “ , John Gribbin

    - Gribbin explica o que é a Interpretação de Copenhagen , a dificil compreensão de “ entanglement “ , a anti-intuitiva “ superposição de estados “ na famosa e fascinante “ experiência “ do paradoxo do gato dentro de uma caixa – morto e vivo , simultaneamente , até que seja observado .


    - “ The Trouble with Physics : The Rise of String Theory , The Fall of a Science , and What Comes Next “ , Lee Smolin

    - Tremendamente bem escrita crítica a hegemonia da Teoria da Cordas ( “ String Theory “ em todas suas várias versões ) e o que isso provocou com relação às outras propostas de pesquisas não associadas a ela .

    - E o divertidissimo , famoso ( e traduzido aqui ) “ Imposturas Intelectuais : O Abuso da Ciência pelos Filófos Pós-Modernos “ , Alan Sokal & Jean Bricmont .

    Obs : Sokal enviou para uma revista de intelectuais pós-modernos um paper completamente absurdo , porém escrito numa linguagem “ dificil “ e cheio de referências às teorias e hipóteses da Física .Seu público leitor era principalmente aquele constituido por certas escolas filosóficas , psicanalíticas e de crítica litarária " pós-moderna " .
    O artigo foi levado a sério , publicado e discussões” teóricas ‘ aconteceram , até que tornou público que havia escrito um texto recheado de equações e conceitos cientificos absolutamente sem sentido algum .
    Certas áreas acreditam que quanto mais incompreensível um texto , mais profundo êle é .

    Eis o artigo absurdo :

    " Transgressing the Boundaries : Towards a Transformative Hermeneutics of Quantum Gravity "

    http://www.physics.nyu.edu/sokal/tra...inglefile.html


    Abraços ,

    zerob
    Última edição por zerob; 16-11-12 às 16:35.
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  7. #17
    Livros sobre livros

    Existem dezenas de outros autores e centenas de livros sobre livros , bibiômanos , bibliófilos e mesmo sobre apenas simples colecionadores .

    Um autor fascinante do qual li apenas dois livros , mas que já produziu bem mais é o
    Nicholas A. Basbanes :

    A Gentle Madness : Bibliophiles , Bibliomanes and the Eternal Passion for Books

    Patience & Fortitude : Wherein a Colorful Cast of Determined Book Collectors , Dealers and Librarians go about the Quixotic Task of Preserving a Legacy

    Os demais livros do Basbanes :

    http://www.amazon.com/s/ref=nb_sb_ss...ripbooks%2C258

    Como não podia deixar de ser , muitas historinhas interessantes e personagens excêntricos .
    Que tal , por exemplo , o primeiro ( e talvez único ) livreiro e colecionador espanhol que era um " serial book killer " , que assassinou três ou quatro colegas seus para possuir uma obra raríssima ( acho que foi no sec XIX ou XVIII , não me lembro agora )


    Abraços ,

    zerob
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  8. #18
    Alguns livros sobre o KGB ( é " o " e não " a " KGB , apesar dos nossos tradutores fazerem o possivel para perpetuar o erro ) .
    E quem não entender o papel da Intelligence na condução das politicas nacionais e internacionais não vai entender nunca a história contemporânea.

    " KGB : The Inside Story of its Foreign Operations from Lenin to Gorbachev "" , Christopher Andrew & Oleg Gordiewsky

    Gordiewsky é um defector soviético , coronel do KGB e ex-chefe da " rezidentura " em Londres , e o Andrew é professor e historiador em Cambridge , considerado o historiador não-oficial da Intteligence britânica .

    http://www.amazon.co.uk/The-KGB-Chri...3586992&sr=1-1



    E os dois volumes , que talvez tenham continuação , dos " Arquivos Mithrokin " . Vasili Mitrokhi trabalhou nos arquivos do KGB durante 30 anos , coletando e desviando documentos , até que um dia defectou via MI6 .Os dois volumes publicados para o público aberto dos arquivos , são a versão esterelizada dos milhares de documentos que se encontram no MI6 .

    " The Sword and the Shield : The Mitrokhin Archive and the Secret History of the KGB " , Christopher Andrew & Vasili Mitrokhin

    http://www.amazon.co.uk/Sword-Shield...3587314&sr=1-1

    &

    " The World Was Going Our Way: The KGB and the Battle for the Third World "


    http://www.amazon.co.uk/World-Was-Go...3587415&sr=1-1



    Por outro lado , uma outra face do jogo seria o livro do jornalista e escritor , já velinho e que é um verdadeiro bloodhound jornalistico :


    " Treachery : Betrayals, Blunders and Cover-Ups: Six Decades of Espionage " , Chapman Pincher


    http://www.amazon.co.uk/Treachery-Be...3587680&sr=1-1


    Onde o autor , em mais um e talvez o seu último livro , expõe os indicios que recolheu durante a sua vida para demonstrar que o ex-chefe do MI5 , Sir Roger Hollis , foi um agente duplo soviético - um super-mole , realizando o que Philby pretendeu ser no MI6 .



    Abraços ,


    zerob
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  9. #19
    Afeganistão

    O melhor e o mais completo livro ainda é o do Steve Coll que , infelizmente , vai apenas até véspera do ataque de 11 de setembro . Não há , que eu conheça , outro livro equivalente historiando o que aconteceu e acontece no Afeganistão após os atentados terroristas nos EUA .
    Há livros , alguns muito bons , mas que abordam um ou alguns aspectos do conflito .

    " Ghost Wars : The Secret History of the CIA , Afghanistan , and Bin Laden, from the Soviet Invasion to September 10, 2001 " , Steve Coll

    http://www.amazon.com/Ghost-Wars-Afg...rds=steve+coll

    Como não se pode entender o Afeganistão sem compreender o Paquistão , qualquer livro do jornalista paquistanês Ahmed Rashid deve ser considerado .
    O seu livro " Taliban " , lançado , naão lido e desprezado em 2000 , teve que ser reimpresso após 2011 , porque poucos sabiam até mesmo o que era Taliban :

    http://www.amazon.com/Ahmed-Rashid/e...3669608&sr=1-1

    E , até hoje , não há um só livro ou artigo que tenha conseguido explicar o ou os motivos que permitiram que Bin Laden , mais a cúpula sobrevivente do Taliban e Al Qaeda , cercados em Tora Bora , tenham conseguido escapar ao cerco e fugir para o Paquistão - apesar dos apelos desesperados por reforços da parte da CIA e Special Forces que operavam no local .

    Mas sabe-se que já nos dias seguintes ao 11 de Setembro , Rumsfeld , Bush , Cheney & Cia já falavam em invadir o Iraque .

    E aí entra uma das mais sintéticas críticas a invasão do Iraque :

    " FIASCO : The American Military Adventure in Iraq , 2003 to 2005 " , Thomas E. Rick


    http://www.amazon.com/Fiasco-America...eywords=fiasco


    Li alguns outros livros sobre o Afeganistão , Paquistão , o apoio wahabita da Arábia Saudita ( muito $ e presentinhos como 300 Toyotas para serem usadas como " tacticals " ) , assim como livros sobre momentos ou teatros de operações no Afeganistão , mas acho que não haveria um interesse geral maior em colocar os titulos aqui .No entanto , se alguém se interessar , é só falar .

    Abraços ,

    zerob
    Última edição por zerob; 23-11-12 às 10:21. Razão: typos
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

  10. #20
    Vietnam War ( em inglês mesmo porque não existe um só livro decente traduzido por aqui ) :


    O básico :


    - " Vietnam: A History " , Stanley Karnow


    - " On Strategy : A Critical Analysis of the Vietnam War " , Harry G. Summers


    - " Our Vietnam: The War 1954-1975 " , A. J. Langguth


    - " Triumph Forsaken : The Vietnam War , 1954-1965 " , Mark Moyar


    - " Learning to Eat Soup with a Knife: Counterinsurgency Lessons from Malaya and Vietnam " , John A. Nagl


    - " Dereliction of Duty: Johnson, McNamara, the Joint Chiefs of Staff, and the Lies That Led to Vietnam " , H. R. McMaster


    - " Who the Hell Are We Fighting ?: The Story of Sam Adams and the Vietnam Intelligence Wars " , C. Michael Hiam


    - " Kennedy's Wars : Berlin , Cuba , Laos and Vietnam " , Lawrence Freedman


    O menos conhecido :



    - " The Secret War Against Hanoi: The Untold Story of Spies, Saboteurs, and Covert Warriors in North Vietnam ", Richard H. Shultz


    - " Phoenix and the Birds of Prey: Counterinsurgency and Counterterrorism in Vietnam " , Mark Moyar


    - " Secret Commandos: Behind Enemy Lines with the Elite Warriors of SOG " , John L. Plaster


    - " Sog: The Secret Wars of America's Commandos in Vietnam " , John L. Plaster


    - " Rangers at War : LRRPs in Vietnam " , Shelby L. Stanton



    Consultas/Referências :


    - " Historical Atlas of the Vietnam War " , Harry G. Summers & Stanley Karnow

    - " Encyclopedia of the Vietnam War " , Stanley I. Kutler ( Editor )

    - " Vietnam War Almanac " , Harry G. Summers


    Obs : Desculpem o tamanho deste post , mas acreditem que foi radicalmente reduzido , me controlei ao máximo . E também desculpem uma possivel "excentricidade" do tema do próprio post , falando de algo que , provavelmente , pouquissimos se interessam .

    Infelizmente , para vocês , achei que num tópico sobre livros , eu não poderia deixar de incluir um post sobre um assunto sobre o qual me interesso bastante .


    Abraços ,

    zerob
    " His favorite position is beside himself , and his favorite sport is jumping to conclusions "
    Danny Kaye

Permissões de Envio de Mensagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •